Hino Nacional – Letra

Primeira Parte Segunda Parte
Ouviram do Ipiranga as margens plácidasDe um povo heroico o brado retumbante,

E o sol da liberdade, em raios fúlgidos,

Brilhou no céu da pátria nesse instante.

Se o penhor dessa igualdade

Conseguimos conquistar com braço forte,

Em teu seio, ó liberdade,

Desafia o nosso peito a própria morte!

Ó Pátria amada,

Idolatrada,

Salve! Salve!

Brasil, um sonho intenso, um raio vívido

De amor e de esperança à terra desce,

Se em teu formoso céu, risonho e límpido,

A imagem do Cruzeiro resplandece.

Gigante pela própria natureza,

És belo, és forte, impávido colosso,

E o teu futuro espelha essa grandeza.

Terra adorada,

Entre outras mil,

És tu, Brasil,

Ó Pátria amada!

Dos filhos deste solo és mãe gentil,

Pátria amada,

Brasil!

Deitado eternamente em berço esplêndido,Ao som do mar e à luz do céu profundo,

Fulguras, ó Brasil, florão da América,

Iluminado ao sol do Novo Mundo!

Do que a terra, mais garrida,

Teus risonhos, lindos campos têm mais flores;

“Nossos bosques têm mais vida”,

“Nossa vida” no teu seio “mais amores.”

Ó Pátria amada,

Idolatrada,

Salve! Salve!

Brasil, de amor eterno seja símbolo

O lábaro que ostentas estrelado,

E diga o verde-louro dessa flâmula

- “Paz no futuro e glória no passado.”

Mas, se ergues da justiça a clava forte,

Verás que um filho teu não foge à luta,

Nem teme, quem te adora, a própria morte.

Terra adorada,

Entre outras mil,

És tu, Brasil,

Ó Pátria amada!

Dos filhos deste solo és mãe gentil,

Pátria amada,

Brasil!

Escute o Hino Nacional

Sobre o Hino Nacional

O Hino Nacional está entre os 4 símbolos oficiais do Brasil (junto com a bandeira do Brasil, o Selo Nacional e as Armas Nacionais. Ele foi criado (e adotado como oficial) no ano de 1831. A música foi composta pelo Maestro Francisco Manuel da Silva e a letra foi escrita por Joaquim Osório Duque Estrada.

O Hino Nacional deve ser sempre executado quando há algum solenidade de honra à Bandeira do Brasil ou em continência, na presença do presidente da república em eventos oficiais e de cunho cívico, no Congresso Nacional e no Supremo Tribunal Federal.

Hino Nacional Brasileiro

O Hino do Brasil também costuma ser executado em grandes eventos do país, sejam eles religiosos, esportivos ou em qualquer momento onde haja um forte apelo cívico. Hoje, existe até uma lei que determina a execução do Hino Nacional antes das partidas de futebol, vôlei, basquete, ou qualquer outro esporte, independente do adversário ser um time nacional ou de outro país.

Nas escolas, o Hino Nacional, historicamente, é executado, principalmente nas instituições de ensino fundamental. Porém, desde 2009, essa prática virou lei e todas as escolas devem reunir seus alunos para a execução do Hino do Brasil, pelo menos, uma vez por semana. Essa atitude é muito importante, pois cria uma identidade maior das nossas crianças com o país, fazendo florescer o espírito patriota que todos devemos ter, principalmente, no que diz respeito ao amor a nossa pátria.

O Hino Nacional é o porta-voz de toda uma nação. Ele retrata os grandes momentos históricos que marcaram a trajetória do nosso país. Ao ser executado, ele faz com que milhares de vozes se unam no objetivo maior de declarar o respeito e amor à pátria. Por essa razão, como já foi dito, o nosso hino deve ser ensinado e incentivado pelos pais e educadores, para que cada criança cresça sabendo a importância do Hino Nacional e o respeito que se deve ter cada vez que ele é cantado.

Curiosidade sobre o Hino Nacional

Você sabia que o Hino Nacional quase mudou? Isso mesmo! Logo após a Proclamação da República, o presidente interino, que era Deodoro da Fonseca, resolveu fazer um concurso para eleger um novo hino nacional. O concurso acontece eu houve um vencedor, que foi Leopoldo Miguez.

Porém, o que o governo não esperava era que houvesse uma comoção nacional contra a troca do hino. Isso mesmo! O povo foi contra a troca, pois já existia um apego muito forte com o Hino Nacional composto por Francisco Manuel da Silva e Joaquim Osório Duque Estrada.

Hino Nacional Brasileiro

Para não ficar feio para o então presidente, que havia organizado o concurso, o novo hino foi adotado como o símbolo oficial da Proclamação da República, e, até hoje, é considerado o Hino da Proclamação da República. E o nosso Hino Nacional continua o mesmo desde 1831.

Entendendo o Hino Nacional

Vamos ser honestos, o Hino Nacional não está entre as composições mais simples do Brasil. Ele é repleto de termos complexos e que não são mais utilizados no nosso dia a dia. Pensando nisso, separamos algumas partes do hino para explicar de forma mais simples o que o autor quis dizer. Veja abaixo:

Margens plácidas: O significado do termo Plácido é calmo, sereno. Então, às margens serenas e calmas do Rio Ipiranga.
Brado retumbante: Isso quer dizer que houve um grito muito forte e com eco.
Penhor: Uma garantia de que haveria a liberdade. Foi utilizada de forma metafórica.
Imagem do Cruzeiro resplandece: O Cruzeiro que é citado no Hino Nacional são as estrelas que brilham no céu do Brasil.
Impávido colosso: Um grande estátua que está tranquila – quer dizer que o Brasil é uma gigante nação tranquila e serena.
Mãe gentil: O autor do Hino Nacional comparou o país com uma mãe que está sempre atenta em defesa dos seus filhos (no caso, os brasileiros).
Fulguras: do verbo fulgurar (reluzir, brilhar).
Florão: Na visão do autor do Hino, o país é o ponto mais belo da América, pois trata-se, numa visão figurada, de um grande ornato em forma de flor usado nas abóbadas de construções grandiosas.
Garrida: Quer dizer que é algo tão belo que chama a atenção de todos. No hino, o autor quis dizer que nossas terras são as mais belas e que desperta a paixão por sua beleza única.
Lábaro: Sinônimo de bandeira.
Clava forte: Clava é um arma utilizada na guerra, em batalhas homem contra homem. No hino faz referência ao fato de todos os brasileiros lutarem o quanto for preciso para defender a pátria amada.

Momentos Inesquecíveis do Hino Nacional




Letra do Hino Nacional

Mp3 Hino Nacional

Comentários